CONSCIENTIZE-SE! ALGUNS MOTIVOS PARA ASSUMIR E MANTER OS CRESPOS.


    Certo dia, em uma aula de teatro, um colega me perguntou: "porque assumir os cabelos crespos"? Eu o respondi, mas depois continuei refletindo sobre o tema... Assumir-se crespa vai além  da estética ou estar "na moda". Essa mudança deve acontecer muito mais por autoconsciência. Por mais que muitos digam que não, nós vivemos em uma sociedade racista e preconceituosa, quer impor o "padrão" de beleza branco que é ter cabelos lisos, entre outras características (a beleza "padrão"). Tentam de maneira disfarçada "branquear" a sociedade, fazendo com que meninas alisem  o cabelo, por exemplo.

    Algumas mulheres e meninas, alguns homens  também, sentem  vergonha de assumir que seu cabelo é crespo  ou  até mesmo vergonha da própria cor de pele. A mídia também impõe esse tal "padrão". Mas boa parte dessas pessoas aderem ao "padrão" por não haver consciência  da importância de se assumirem como são.

     Nossos antepassados foram arrancados de suas tribos, trazidos para um terra estranha, tiveram toda sua cultura reprimida e nós não  devemos ter vergonha disso, não devemos ter vergonha das nossas raízes! Afinal, fomos nós os oprimidos e mal tratados. Se formos analisar bem,  de certa forma essa opressão  acontece até hoje e se continuarmos aceitando-a será sempre assim, sempre seremos oprimidos e as cenas de racismo  continuarão se repetindo.

     Uma das principais coisas que devemos ter em mente ao  nos assumirmos é que sofreremos preconceitos, sofreremos discriminações, já ouvi milhares de vezes as pessoas nas ruas falando "vou te dar um pente de presente","que cabelo ruim!" (outro conceito que devemos abominar é que cabelo crespo é cabelo ruim), "porque você não alisa seu cabelo?", entre muitos outros comentários. Já vi  casos de pessoas que foram ameaçadas de serem despedidas do  trabalho por não seguirem os "padrões" da empresa. Até dentro  da própria família essas coisas acontecem. Por exemplo, já ouvi uma parente dizendo  que morria de vontade de pranchar meu cabelo  e que meu cabelo dá agonia nela. Estes fatos são as consequências de "nadar contra a corrente", de não aceitar o "padrão" imposto pela sociedade, e enquanto continuarmos nos ocultando (não assumindo nossos crespos) essas coisas continuarão acontecendo com muito mais frequência. Sabemos que é duro ouvir e suportar certas coisas, mas em momento algum devemos desanimar. Além do mais as pessoas precisam aprender cada dia mais como lidar com as diferenças, que ninguém é igual a ninguém e que devemos ser respeitados pelo que somos. Não precisamos nos importar com as opiniões alheias e nem nos esconder por causa delas afinal, "do que adianta ter o cabelo liso se as ideias estão enroladas na cabeça?" 

    É isso, Meninas. Espero que todas continuem motivadas a manter seus crespos e não desistir deles. Beijos! 


This entry was posted on 05/09/12 and is filed under ,,,,,,,,,,,,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

4 Responses to “CONSCIENTIZE-SE! ALGUNS MOTIVOS PARA ASSUMIR E MANTER OS CRESPOS.”

  1. Adorei o texto...
    Tenho uma filha de dois anos que tem cabelo crespo e tento passar isso a ela todos os dias.
    E tem dado certo pois ela adoooora o "black" dela (como ela mesma denomina).
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto! Costumo dizer, a estética não é instintiva, mas sim construída. E foi, aos moldes do padrão de beleza branco.
    Lembrei de um poema com título "Ferro" do Luiz Silva (Cuti)
    "Primeiro o ferro marca a violência nas costas. Depois o ferro alisa a vergonha nos cabelos. Na verdade o que se precisa é jogar o ferro fora, é quebrar todos os elos dessa corrente de desesperos."
    Parabéns, meninas. O Blog está maravilhoso.

    ResponderExcluir
  3. A "porque você não alisa seu cabelo?" é um clássico, não passo uma semana sem ouvir. Mas cada vez que alguém elogia meu cabelo derruba 100 críticas.

    ResponderExcluir
  4. "pq cortou o cabelo?" "tirei a química" "vai deixar ele duro de vez?" "SIM"
    As vezes irrita demais

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!