GLOBELEZA


       Não sou de ver televisão, pois além de sentir a minha inteligência sendo desafiada, me sinto em uma alienação idiota. Vejo um mundo paralelo criado. Um mundo que não vejo nas ruas: um mundo branco em sua maioria, no ápice do seu protagonismo; negros exercendo o seu papel secundário e subserviente, tudo embalado em quadros de humor elitista, onde as mazelas negras são exploradas pra arrancar risos e audiência.
       O nosso lugar sempre é demarcado, os acertos e mudanças são discretos e caminham em passo de tartaruga. O lugar da mulher negra na TV brasileira é na cozinha, na senzala, em discretas cotas no elenco e claro, mostrando o seu corpo, sendo “mulata”. Não que eu não legitime a nossa história e não entenda que o samba é nosso. O problema é que o samba é nosso e foi apropriado pela mídia, que define novamente quem vai ficar com qual papel. E aí, é dado o nosso sonhado protagonismo! E ele é nu, sambando. Mais nu do que sambando, pra falar a verdade! 
      Há pouco tomei conhecimento, que foi eleita, por voto popular a “mulata globeleza”. Vi a vinheta da eleita, um corpo escultural, cheia de brilho e sem samba algum no pé. Fiquei meio surpresa, cheguei a compartilhar nas redes sociais e questionei onde estava o samba ali. Uns concordaram comigo, outros disseram que era culpa da direção, malhamos a emissora e ficamos por aí. Até que surgiu um comentário falando que a Globeleza deveria ter mais bunda. Fiquei estupefata e não acreditei na cobrança. Cheguei a me perguntar: “Mas, meu Deus, como uma pauta perguntando onde estava o samba pode ter um questionamento tão raso e machista desses?”
       Daí percebi que a negra, chamada de mulata, que samba pra fazer a vinheta bonita, é uma vítima. Depois que eu me compadeci, fiquei sabendo que ela ao ser eleita no reality, disse que o sonho de toda mulher negra é ser Globeleza. Senti raiva e pena. E ironicamente, perguntei o que seria de mim, a preta que não sabe sambar e com um biótipo longe do padrão. Ri da ignorância dela, mas tive pena de novo. Pena porque ela pensa como milhares de mulheres e homens negros. Simplesmente, ela só quis o único lugar de protagonismo, que a mídia pode oferecer pra uma mulher negra.

      Mais pena fiquei hoje, quando me deparei com “memes” no Facebook, a comparando com o personagem Zé Pequeno, de Cidade de Deus. E o quadro não foi só esse: muitos comentários falando da falta de bunda, falando sobre a falta de peito : “Que ridículo esse peito infantil!”. Falando dos traços grosseiros de seu rosto (Me pergunto que ignorância os traços dela fizeram com esse povo, além de aparecer na TV.). A pergunta que não me calava: “Onde está o samba no pé, gente? Na vinheta e no meio desses comentários?” O que eu pude constatar, é que a emissora dita ou sabe o que o povo procura e nesse caso não era samba no pé. Constatei também que ser mulher-objeto é péssimo, mas ser mulher-objeto-negra é pior ainda, a negritude incomoda: desde os cabelos (que já fizeram questão de relaxar!) até os traços, que mostram sua ancestralidade. E uma negra precisa ter bunda e peito. O povo clama: Cadê as carnes?
        Me pergunto que se dentro do hall de negros na TV, ela tenha similaridade só com o personagem bandido de Cidade de Deus. Seria falta de elenco afrodescendente ou apenas uma forma subliminar que o pseudo humorista teve de dizer o lugar que ele acha que ela tem que ocupar, depois que passar o carnaval? Fica o questionamento!

This entry was posted on 20/01/14 and is filed under ,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

28 Responses to “GLOBELEZA”

  1. Realmente é um absurdo.
    Absurdo ver essa sociedade alienada e com padrões estéticos pré estabelecidos.
    Eu achei ela linda...e o principal, natural da cabeça aos pés.
    Mas infelizmente a realidade aqui no Brasil é outra, tem que ter peito e tem que ter bunda.
    Vc viu a postagem da Sharon Menezes no instagram? Bombardearam ela...e com razão. Postou uma foto dela "no meio dos bumbuns" das participantes.
    Ai, é muito preconceito...muita hipocrisia.

    Muito boa postagem!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Debora pelo seu comentário e o seu carinho!
      Esperamos sempre você por aqui...

      Excluir
    2. Debora, muito obrigada pelo seu comentário e carinho!
      Sempre será um prazer recebermos o seu ponto de vista!
      Uma beijoca,
      Ligia

      Excluir
  2. Parabéns Ligia ! Vc como sempre arrasando nas argumentações .Aprendo muito com vc ! bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jota, você também arrasa em tudooooo! Aprendo também demais com você!
      Estamos na luta juntos!
      Um beijo imenso,
      Ligia

      Excluir
  3. Olá Ligia, meu nome é Rosa e sou crespa e de Angola! ^.^
    Meu,este post esta de parabéns, super verdade, só pra você ter noção, ai no Brasil é assim, vc imagina como é que eu em Africa me sinto quando vejo que na minha própria terra as pessoas ainda têm vergonha de se assumir como africanos, quando meninos já adolescentes dizem: "o meu sonho é ter uma dama pula" ( pula é como chamam as garotas de pele branca).
    acho que a mudança de consciência parte primeiro dos próprios negros de se assumirem, de se libertarem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosa, infelizmente, ainda temos muito o que combater. Acho que o segredo é persistir e nunca desanimarmos!
      Uma beijoca,
      Ligia

      Excluir
  4. Acho preconceituoso qualquer post ou comentário que questione cabelo, cor de pele, nacionalismo, traços físicos, a despeito da pessoa que os possui. Discordar dos valores de alguém é natural, e não poderia ser diferente, afinal, todos somos diferentes, mesmo que sejamos da mesma família, gêmeos idênticos, imagina só pessoas de um contexto totalmente diferente. Não acho que ela seja digna de pena por querer ser uma globeleza ou por achar que toda mulher negra o queira ser, acho pobre a opinião, mas cada um tem direito a ter a sua. Mas repudio e acho um absurdo, uma ignorância imensa pessoas que questionam a quantidade de "carne" que ela tem e sua disposição no corpo! Mas esse é um esteriótipo e vai levar séculos para ser desfeito, assim como levou séculos para ser construído. a mulher negra em geral é vista como uma trabalhadora incansável ou um pedaço bom de carne que serve apenas para a satisfação. o que me entristece, não é as pessoas pensarem assim, porque como já dito, opinião é opinião, o que me entristece é ver algumas mulheres assumindo esse papel, como se fosse a única coisa possível!

    ResponderExcluir
  5. Acho preconceituoso qualquer post ou comentário que questione cabelo, cor de pele, nacionalismo, traços físicos, a despeito da pessoa que os possui. Discordar dos valores de alguém é natural, e não poderia ser diferente, afinal, todos somos diferentes, mesmo que sejamos da mesma família, gêmeos idênticos, imagina só pessoas de um contexto totalmente diferente. Não acho que ela seja digna de pena por querer ser uma globeleza ou por achar que toda mulher negra o queira ser, acho pobre a opinião, mas cada um tem direito a ter a sua. Mas repudio e acho um absurdo, uma ignorância imensa pessoas que questionam a quantidade de "carne" que ela tem e sua disposição no corpo! Mas esse é um esteriótipo e vai levar séculos para ser desfeito, assim como levou séculos para ser construído. a mulher negra em geral é vista como uma trabalhadora incansável ou um pedaço bom de carne que serve apenas para a satisfação. o que me entristece, não é as pessoas pensarem assim, porque como já dito, opinião é opinião, o que me entristece é ver algumas mulheres assumindo esse papel, como se fosse a única coisa possível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua opinião!
      Ligia

      Excluir
  6. gente ela é realmente linda, totalmente natural sem silicones e tudo mais ela é perfeita. esses comentarios maldosos podem ter certeza é pura inveja.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua opinião, querida!
      Beijocas,
      Ligia

      Excluir
  7. Sensacional Ligia.....É exatamente este o sentimento. .... Saudades !
    Georgia Oliveira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por onde vc anda, queridona?????
      Uma beijocaaaa!!!
      Ligia

      Excluir
  8. Não entendo dessa forma. E acho que você está sendo preconceituosa.
    As pessoas possuem níveis culturais diferentes, e essa pessoa que perguntou onde está a bunda deve ter realmente se perguntado isso. Foi só o que o(a) incomodou naquele momento.
    As piadas são feitas de todos os tipos, para portugueses, para negros, para dentuços, para gordos, para magros. Se formos nos incomodar com tudo o que vemos, não viveremos. Sou amarela, de cabelo crespo, dentuça e não sigo um padrão de beleza da televisão brasileira ou de nenhuma televisão do mundo, e se eu fosse me incomodar com todas as piadas que já ouvi tanto na escola quanto ao longo da vida, certamente eu já teria entrado num cinema matando várias pessoas.
    Concordo em apenas um ponto, o das cotas, mas isso será uma discussão para outro dia.
    Voltando a bunda da garota, nem reparei, mas os seios me chamaram atenção sim, não são bonitos. Uma coisa você há de concordar, ela não está ali porque leu "Fiodor Dostoievski", está ali porque tem que ser bonita e ter samba no pé. Ela é bonita sim, essa é minha opinião, mas peito ela não tem e bunda não reparei. Quanto ao samba no pé, acho relativo, se ela sambasse como as rainhas de bateria, nem caberia no enfoque da câmera.
    Quando a piada, ela e todo mundo que aparece na mídia tem que estar disposto a viver isso, se não quer ter seu nome envolvido em polêmica, que não se exponha. É de péssimo gosto sim (a piada), mas se não estiver disposta a encarar, nem deveria ter entrado no concurso.
    É mais ou menos o que eu penso, devo ter me perdido em alguns pontos, mas acho que me fiz entender.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu comentário.
      Ligia

      Excluir
  9. como eu disse no meu blog, www.raizdosambaemfoco.wordpress.com, ninguém compara a Fernanda Lima a nehuma ator/personagem em papel de bandido e diz que eles se parecem porque tem a mesma etnia. Alguém argumentou lá que não é racismo, porque não falaram das outras globelezas, mas e aí? As outras tinham traços muito mais "aceitáveis", foram modificadas em seu visual para parecerem o que eles acham "mulata", agora, pintou uma negra, que nada fez além de sonhar com o único lugar onde a mulher negra é "enaltecida" na mídia e vem esse grupinho pequeno - de mente - e fica apontando "haha, que feia, lero, lero... sou melhor que ela porque não me expus"... E quem me conhece sabe que já escrevi muito contra esse tipo de entretenimento, então passei longe de defender Rede Globo, "mulatas globeleza" e outras coisas. Se quisessem igualdade as paquitas não seriam exclusivamente brancas, pra citar um só exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O racismo a brasileira é um dos mais cruéis do mundo, onde os racistas juram de pés juntos que não são. E essas piadinhas e comparações viram só piadinhas super engraçadas, sem a responsabilidade e o rótulo de racismo.
      É triste!
      Por mais que sejamos contra a emissora, não podemos deixar que uma negra, como nós, apanhe de uma "opinião pública" cruel, que se acha no direito de rotular, apontar, expor e ridicularizar a negritude!

      Mto obrigada pelo seu comentário,
      Ligia

      Excluir
  10. Parabéns Lígia, ótima postagem. Você sabe que quando eu estava assistindo por um acaso a tv e vi a concorrendo para ser a nova Globeleza, eu falei acho que ela vai ganhar, meu marido respondeu: mas ela não é muito bonita de rosto, eu fiquei abismada com a resposta dele, e falei ela é linda ela uma negra linda, com rosto de negra, cabelo de negra, enfim ele não acreditou que ela ganharia, e pasme Lígia, ele é negro e lindo... não esperava esta resposta dele, porém fiquei feliz que ela tenha ganhado a competição, porém fico triste, pois isto tudo que vc escreveu é a mais pura verdade. Minha filha é uma negra linda, e eu tenho muito medo de que ela também tenha esse tipo de pensamento em relação a ela mesma.
    Um grande beijo.
    Não perco mais suas postagens!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, muito obrigada mesmo pelo carinho!
      A luta ainda será longa para o reconhecimento dos nossos traços como características de beleza, não fantasiado de exótico, diferente, incomum...
      Levamos os traços dos nossos ancestrais, e até nós negros, precisamos ter ciência disso. Infelizmente, muitos de nós, não nos vemos representados e perdemos completamente a identidade e o nosso padrão de beleza é ditado, sem que olhemos para o espelho. É um caminho muito longo, mas você também faz parte dessa luta!
      Muito obrigada!
      Beijocas,
      Ligia

      Excluir
  11. Ótimo texto! Infelizmente é a nossa realidade que parece não ter fim nem limite. Uma vez perguntaram pra Taís Araújo qual era o papel que ela gostaria de interpretar, ela disse que sonhava em, um dia, ser escalada para um papel sem que o fato de ser negra fosse levado em conta. Fiquei pensando naquela frase... e quando li seu texto logo lembrei desse fato. Todos os dias querem fazer com que desça nossa goela abaixo que temos que nos colocar no nosso lugar. Não nos cabe ser apenas mulher... Temos que satisfazer as "exigências"...temos que ter peito, bunda, saber sambar... é tão cansativo todo esse preconceito. Um amigo meu (negro) está namorando uma loira e um "amigo" dele disse: Que boa escolha! Tem mesmo que clarear a sua raça... O_o
    Han?! É inaceitável esse tipo de comentário..mas muitos apenas abaixam a cabeça e engolem mais esse e aquele sapo. Eu cansei... Dou resposta pra tudo que não me satisfaz, porque cansei...
    Enfim, ótimo texto!!!

    ResponderExcluir
  12. Nem vejo a globo....televisão é nojenta.

    ResponderExcluir
  13. Estou acostumada a ler blogs porém dependendo do tema e da forma como o autor escreve eu ignoro logo no começo porém vc tem algo especial na sua forma de introduzir e argumentar achei o máximo espero um dia escrever bem como você. Fiquei muito triste em ver os comentários maldosos sobre a globeleza eu tinha visto apenas que a ultima globeleza sambava mais porém meus amigos foram além senti de perto o preconceito eu ainda me sinto mal com isso, o mais triste nisso tudo é saber a opinião da globeleza sobre o fato dela achar que isso é tudo o que uma mulher negra pode ser na TV.

    ResponderExcluir
  14. Adorei o seu texto,maravilhosooooooooooo.
    Obrigado por você essa pessoa inteligente existir.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!