BLACK FROM BRAZIL - BACK TO BRAZIL


    
     Ahhhhhhhhhhhh! Depois de quase um ano fora de casa a saudade começou a apertar. Meu cabelo estava enorme, gigante, praticamente um ano sem cortar. Um ano sem cortar? Um ano? Por quê? Porque eu tinha MEDO. Uma saga chamada decepção parte II: A maioria das negras nos EUA usa peruca! #prontofalei. Sim! É isso mesmo! Se você, minha cara colega, que como eu, quando era adolescente, morria de inveja das neguinhas dos clipes de hip hop... PARE nesse instante! E orgulhe-se! Aliás, até quem tem cabelo liso... Pois eles têm uma coisa chamada tecnologia de produto. Você encontra exatamente tudo lá, mas não têm técnica. E aí não adianta. O povo lá se estapeia por uma progressiva brasileira. Que vale no mínimo uns 200, 250 dólares. Sabe o famoso “implante”? Nó italiano? Quem domina essa técnica lá também ganha um din din forte. E o que estamos careca de saber... Ops! Carecas não! Blackudas de saber! Existe uma coisa chamada estratégia de marketing... Lá eles vendem queratina brasileira e blábláblá . Aqui eles vendem escova americana. AVÁ! Por isso muito cuidado. Sem contar que por usarem peruca ou apliques, as gringas piravam no meu cabelo. Recebi muitíssimos elogios e constantemente as pessoas me paravam para dizer que meu cabelo era lindo, para me perguntar o que eu fazia. E eu todo orgulhosa dizia: It’s mine! It’s NATURAL! You can touch! Traduzindo: É MEU! É NATURAL! VOCÊ PODE TOCAR!
     Eu até sei que tem muitos blogs estrangeiros iguais, mas a realidade lá é outra e eu pude constatar. Eu morei em New Jersey, uma hora e meia de New York de carro ou trem. E nesses dois estados existem bastantes negros... Em NY e na Califa eu via muitas meninas estilo Rihanna na primeira fase, lembram? Porém com apliques maiores. Na verdade uma mistura da primeira com essa última... Só que com o cabelo sem ondas... Vocês podem imaginar??? [Risos] Espero que sim... Mas black, black, não vi praticamente nenhuma. Por isso me sentia uma rainha. Todos os meus amigos me zoavam dizendo que meu cabelo era sempre a atração dos lugares.
    E vocês sabem o que é  mais engraçado? Eu sempre dizia que um dia ia morar nos States, que ia pra lá, que ia deixar meu cabelo mais liso do que o da Beyoncé... Vocês conseguem acreditar nisso? Nem eu! Fico rindo até hoje!
Como parte do outro post, vocês minhas flores sabem que eu perdi o telefone da super cabeleireira. Dia 9 de dezembro completou exatamente um mês que cheguei. Eu estava desesperada para dar um corte nas minhas madeixas. Mas onde? Depois de muito pensar resolvi ir a uma famosa rede de salões aqui no Rio. São os únicos que conheço que possuem um catálogo especifico para corte de cabelos cacheados ou crespos.

Cabeleireira: - Você não alisa o cabelo? Não faz nada?
Eu: - Não! Nenhum tipo de química.
Cabeleireira: - Tem certeza?
Eu: - Sim absoluta! Eu gostaria apenas de cortar.

    Eu escolhi o corte 3. Sentei na cadeira, sem medo. Que dizer... com muito medo, pois ela parecia estar de má vontade. Eu ainda me ofereci para  desembaraçar o meu cabelo (ela usou um pente fino). E ela disse em alto e bom som: NÃO! Só restou-me o silêncio. Apenas desembaraçou e depois cortou, senti bastante diferença, pois o meu cabelo estava MUITO GRANDE. Entretanto logo em seguida me acostumei. Apesar do pequeno stress que sofremos no início ela fez um bom trabalho. O que acharam? Não, não, eu não estou falando da saga, não... Estou falando do meu novo corte! E aí? Ficou bom? Pode dizer a  verdade... Não fica com medo! Após quase dois meses de corte vejam como ele está. Não tenham medo da tesoura! Cabelo cresce! E quando ele está natural cresce ainda mais.
    Um super beijo, força no Black e até próxima pessoal!


Antes do corte...

... e depois dele.


This entry was posted on 31/01/13 and is filed under ,,,,,,,,,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

6 Responses to “BLACK FROM BRAZIL - BACK TO BRAZIL”

  1. Olá! Nossa, como achei o black da Ingrid lindo. Não vejo a hora dessa química do meu cabelo sair, pra eu saber realmente a forma e a textura do meu cacho. Enquanto isso, vocês poderiam me dar dicas de locais e cortes despojados, que eu possa encontrar aqui no Rio, de preferência Zona Norte. Obrigado, e força no black :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Nossa indicação é o Quilamú, salão especializado em cabelo crespo. Vai lá :)
      https://www.facebook.com/pages/Quilam%C3%BA-Studio/294868707217267
      http://studioquilamu.blogspot.com.br/2009/10/o-studio-quilamu-valoriza-voce-voce-e.html

      Beijos crespos!

      Excluir
  2. Querida, nunca comentei aqui, apesar de acompanhar sempre. Lindo seu cabelo. Gostaria de ver uma foto que mostrasse melhor esse seu corte... Vc tem a foto do catálogo??? Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi esse, Ju: http://belezanatural.com.br/2012/08/curto-03. Vê se ness aqui dá pra ter ideia: http://sphotos-b.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-ash3/553577_10200373175881467_1457030142_n.jpg.

      Excluir
  3. Parabéns pelo seu blog!Adorei seu cabelo e o tema do post!Bjs

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!