MBP + SALINA, A ÚLTIMA VÉRTEBRA

por Jessyca Liris e Karina Vieira

Foto: Amok Teatro
      Pertencimento: é a crença subjetiva numa origem comum que une distintos indivíduos. Os indivíduos pensam em si mesmos como membros de uma coletividade na qual símbolos expressam valores, medos e aspirações. Esse sentimento pode fazer destacar características culturais e raciais. Essa foi a primeira palavra que pensamos, o primeiro sentimento que tivemos após assistir SALINA.
    As narrativas usadas para o espetáculo vão além das narrativas usuais. O canto, a dança, os ritos se fundem para nos presentear com uma experiência única. SALINA conta uma história de ódio e perdão. De uma brava mulher que através dos tempos se refaz, se reinventa para viver e continuar vivendo nos seus. Batalhas sangrentas, guerras que duram anos e uma saga familiar permeiam a narrativa e nos fazem entrar em um outro mundo, um outro tempo, onde a contagem das horas se passa de outra forma. A história te envolve e o tempo ganha outro significado quando você descobre que mais de 3 horas se passaram e você se viu imerso na linda história. 
Foto: Daniel Barbosa
    A peça é composta por 10 atores negros e pelo músico Fábio Simões Soares. Conta com as atuações magistrais de Ariane Hime como Salina, Luciana Lopes como Mama Lita, Sergio Ricardo Loureiro como Sissoko Djimba, Tatiana Tiburcio como Khaya Djimba, André Lemos como Saro e Mumuyé Djimba, Thiago Catarino como Kano Djimba, Graciana Valladares como Sowumba, Reinaldo Junior como Kwane M Krumba e Um Djimba, Sol Miranda como Alika e Uma mulher Djimba e Robson Freire como Oráculo e Um Djimba. Direção, figurino e cenário de Ana Teixeira e Stéphane Brodt. 
Nos esvaziamos de sentidos e nos enchemos de SALINA.

Jess e Ka  aguardando SALINA. Foto: Jessyca Liris
Serviço:
Entrada: R$ 20 (meia entrada por R$ 10), 
Local: Espaço Sesc (Rua Raimundo Correia, 160, Copacabana - Rio de Janeiro - Telefone: (21) 2547-0156)
Exibição: Até 29/03 (Quintas, Sextas e Sábados às 19:30, Domingos às 18:30)

This entry was posted on 23/03/15 and is filed under ,,,,,,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply

Obrigada por comentar!