4 INGREDIENTES NATURAIS PARA USAR COM ATENÇÃO

por Grupo de Trabalho Moda e Beleza
       Várias crespas usam produtos ou ingredientes naturais na rotina. Eles estão nas misturinhas do cronograma, na hora da umectação e até quando vamos finalizar. Não temos dúvidas sobre os benefícios deles para a saúde dos cabelos crespos e costumamos indicar vários, já que quando usamos o cabelo reage bem. Mas já entendemos como dosá-los? Em que ponto o uso destes ingredientes pode ser prejudicial à saúde dos fios? Já reparamos como o cabelo reage aos mesmos produtos ou ingredientes naturais ao longo do tempo? Pensando nisso, trouxemos uma conversa lá do BGLH. A ideia é prestarmos mais atenção em como estamos usando estes aliados.

1. GLICERINA
É comum vermos comentários sobre glicerina vegetal ou bi-destilada. Como a Kassia explica aqui, a vegetal é extraída de óleos vegetais e a bi-destilada, dependendo da origem, pode ser de origem animal. Está aí um ótimo ingrediente hidratante e umectante. Ajuda a reter a umidade no cabelo seco e também ajuda no condicionamento e fortalecimento. O problema é que, dependendo de como está o clima ambiente, a glicerina pode acelerar o ressecamento. Se há pouca umidade no ar, é possível que ela atraia a umidade dos fios para fora e acentue o ressecamento. Vamos prestar atenção antes de usar a glicerina como componente das misturinhas ou usar produtos que a contenham.

2. ÓLEO DE COCO
A maioria de nós usa este óleo. Ele pode ser um grande condicionador e hidratante para o cabelo e conta com uma longa lista de benefícios a seu favor. Mas, ainda assim, alguém pode ter notado que, ao usar quantidades excessivas de óleo de coco, a fragilidade dos fios aumentou. Algumas naturalistas dizem que o óleo de coco penetra no cabelo e aumenta a retenção de proteína. Neste caso, o excesso de proteína pode causar a tal fragilidade.

3. AZEITE EXTRA
Azeite é outro óleo que é pelo grande potencial de hidratação. Além disso ele pode amaciar, condicionar e turbinar o brilho. Mas algumas naturalistas relatam que o excesso no uso do azeite também faz o cabelo apresentar sinais de fragilidade. Como algumas usam azeite em todas as etapas dos tratamentos e de todas as formas possíveis, é bom prestar atenção na possibilidade de saturação.

4. ÓLEO DE RÍCINO
Também muito conhecido pelos benefícios que proporciona, é lembrado principalmente por espessar os fios e estimular o crescimento (quem não ouviu aquela dica de massagear o couro cabeludo com este óleo?) e ser ótimo antifúngico. É bom lembrar que o óleo de rícino é bastante denso e pode pesar muito em alguns tipos de fio.

       Ressaltamos aqui algo que sempre falamos: cada crespo é único e, assim como produtos cosméticos variam os efeitos entre um crespo e outro, pode acontecer o mesmo com os naturais. O essencial é testar e descobrir ao longo do tempo que produto, misturinha, forma de pentear e etc. nos beneficia mais.

E vocês? O que acham desses produtos? Como usam cada um deles e quais efeitos observam? Compartilhem com a gente!

This entry was posted on 29/10/14 and is filed under ,,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

3 Responses to “4 INGREDIENTES NATURAIS PARA USAR COM ATENÇÃO”

  1. É preciso cautela ao utilizar, também, óleo de pequi. Assim como os citados acima, seu efeito é "reconstrutor" e o excesso pode tornar o fio rígido e com isso arrebenta-lo no manuseio. Depois que descobri isso, uso-o somente quando a reconstrução é necessária e utilizou umas gotinhas misturadas a um creme ou outro óleo. Deixo agir por menos de 10 e retiro. Pequi é um óleo poderoso, fedido mas muito eficiente.

    ResponderExcluir
  2. Eu sinceramente ainda, não descobri um óleo sequer que o meu cabelo aceite, todos esses , fica muito ressecado, áspero, fosco, com qualquer óleo e glicerina também. Quando vejo as pessoas ficarem super satisfeitas com os resultados, questiono o que há de errado com meu cabelo.Reparados de pontas também , ficam terrível.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!