EU SOU PORQUE NÓS SOMOS

por Karina Vieira
Imagem: Tatyane Mendes
     
       Bem, meu nome é Karina Vieira. Sou integrante do Coletivo Meninas Black Power há um ano, mais ou menos, e esse é o meu primeiro texto para o blog. Não sei quantas vezes iniciei estes escritos e já deletei. Trabalho em uma livraria, adoro o que eu faço e sou leitora compulsiva. Confesso que o que me fez travar durante todo esse tempo era o medo de me expor e a importância exacerbada à opinião alheia. Mas cá estou eu. Mas pra falar de pessoas que muito admiro.
        Esta na verdade é uma singela homenagem àquelas que de algum modo (de forma muito especial) me inspiram a ser e seguir sendo todos os dias uma mulher mais afrocentrada.

Élida – Mulher de vanguarda. As músicas, as dancinhas, sempre divertidas. Quando te leio, posso escutar a tua voz, louco não?! (Gratidão pelo convite para participar do coletivo e ter a oportunidade de conhecer todas essas mulheres incríveis).

Tainá – Obrigada pela seriedade e responsa nas reuniões e muito obrigada pelas risadas no grupo do WhatsApp.

Fabíola 
 Como agradecer a você por todos os ensinamentos e pelo discurso sempre tão reto que me faz cada dia mais me reconhecer como mulher preta?

Jaci – Converso tão pouco contigo, mas te acompanho, gata. Se um dia eu tiver filhos, que eu seja metade da mulher e mãe que você é.

Jana – Cara, Jana é um achado, né, não?! A mulher que consegue me fazer rir e ficar séria em segundos na mesma conversa. Quer aprender como empreender, aprende com ela.

Jess – Quem disse que só posso aprender com os mais velhos? A menor de Gramacho é só sabedoria das ruas. E cá entre nós: quanta beleza!

Ingrid – Menina/mulher de sorriso fácil e coração gigante. Não esqueço da minha primeira reunião presencial... Ela que me tirou lágrimas com um discurso de união emocionante.

Ju Barauna – Tentei te citar sem o sobrenome mas parece que falta sabe? Te admiro, mulher! Postura altiva de mulher preta que sabe à que veio.

Cintia – Me reconheço tanto em ti. Somos mais caladas, né? Não sei se por timidez ou receio de julgamento... Mas quando se coloca a falar, senta que lá vem sabedoria.

Mari – Que mulher forte! A minha ligação com a Mari é de outras vidas. Só pode ser.

Nat – Quanta astúcia, hein?! É aquela que chama pra razão quando os ânimos estão meio exaltados. Razão e emoção, tudo no mesmo ser.

Lígia- Rsrsrsrsrs. Me divirto muito com as tuas tiradas espontâneas. Ousadia define.

Thaís-  Bela, singela. Tatá pra mim é quem tá pra agregar, quem põe liga e faz tudo andar. Irmã.


Renata- Preta, fortaleza e sensibilidade. Sorriso que não cabe, tanto que ela distribui.

Simoni-  Que voz! Que coração! Quero descobrir mais de você, mulher!

Luana – Sinto na Lu uma liberdade, uma vontade de viver que contagia. Quero te conhecer!

Twylla – Saca que te sigo desde o 4P no Orkut? Você sempre foi aquela que diz tudo aquilo que eu queria ter dito.

Arielly – Olhar pra Ari é perceber o futuro. Saber que estamos no caminho certo. Que menina/mulher que desabrocha a olhos vistos.

Ciça, Mari, Laís, Ana Paula, Nanci, Flavi, Bê - Temos que fortalecer esses laços, quero muito conhecê-las.

       A todas vocês, que enchem a minha caminhada de sabedoria, afrodengos e carinhos, que fortalecem a minha narrativa com histórias e vivências, meu muito obrigada. O que nos une começa no fio de cabelo, mas vai muito mais além. Amor. Por todas. Por cada uma.

E vocês? Querem conhecer as Meninas que fazer o Coletivo acontecer? Passem aqui no álbum e inspirem-se.

This entry was posted on 19/05/14 and is filed under ,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

2 Responses to “EU SOU PORQUE NÓS SOMOS”

Obrigada por comentar!