TIPO COLÔMBIA - PARTE 2


     Estamos de volta com a segunda parte! Fiz muitos amigos na viagem, gente do mundo inteiro que também estava fazendo intercâmbio. Austrália, Alemanha, EUA, México, Paris e por aí vai. Essa galera não era da minha faculdade, eram da faculdade dos meus amigos brasileiros que também ganharam bolsa pra lá. Mas eu vivia mais com eles do que o pessoal da minha faculdade. Todo fim de semana era uma festa diferente! Numa casa diferente, num apartamento diferente, a festa do amigo do amigo do amigo da menina que mora comigo.
             Depois de dois meses em Bogotá meu espanhol já estava bem melhor e eu já me sentia em casa! Viajei com pessoas aleatórias e fiz uma grande amiga que seria minha companheira de guerra nesses meses, a Lena (ela é paulista, "meo"!). Nós e mais 9 pessoas viajamos pra uma cidadezinha perto da capital Villa de Leyva. Saímos com tudo organizado pra acampar durante um final de semana e assim que colocamos o pé na cidade, começou uma chuva torrencial! Os meninos saíram que nem malucos procurando um lugar pra gente, sei que no fim da noite éramos 10 dividindo uma kitnet. Foi demais!
            Bogotá é uma cidade linda. As pessoas, apesar de não terem o mesmo calor humano dos brasileiros, são muito receptivas. Lembra que eu disse que me enganei quando pensei que o bairro pra onde eu estava indo seria meu por 6 meses? Então. Conheci um cara na igreja onde estava indo que me apresentou a uma amiga que morava com mais 4 meninas num apê lindo que tinha um quarto de empregada vazio. O aluguel era metade do valor da casa onde eu morava. Pelas minhas contas, poderia me considerar "ryca" se economizasse aquele dinheiro. Catei minhas coisas e em menos de uma semana depois de visitar o apartamento já estava me mudando. Me senti em uma família, a gente tomava café juntas, jantava juntas quando estava tudo mundo em casa, como já disse, elas eram demais.
              Sexta-feira não é um dia esperado por todos só no Brasil não, acho que em toda América Latina é assim [risos]! Então, pra não fazer feio e deixar a terrinha com má fama, eu sempre ia fazer alguma coisa com a galera. Aprendi a dançar salsa. Que ritmo sensacional! Sabe aquele filme "Lambada: a dança proibida"? Me sentia no próprio quando dançava. Os bogotanos (nome dado as pessoas que nascem em Bogotá) apesar de serem feios, dançam suuuuuper bem! Pronto, falei [risos]! 
       Aprendi e enfrentar um pouco de frio e a andar sozinha pelas ruas escuras da cidade sem medo. A cada saída que a gente dava, era uma novidade diferente, algo novo pra contar.
           Alguém aqui vê aquela novela com os "gatos mata mamãe do coração" chamada Flor do Caribe? No próximo episódio vamos falar da vez que fui pra lá. Cartagena, uma cidade maravilhooooosa. Vontade de voltar pra casa? Zero! Beijo!


This entry was posted on 27/05/13 and is filed under ,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

Leave a Reply

Obrigada por comentar!