MULHERES QUE INSPIRAM - VOVÓ MARIA



   Quando comecei a frequentar os meios sociais do movimento negro não fazia ideia de que poderia conhecer uma das pessoas mais lindas da minha vida.
    Ela sempre elegante e muito bem acompanhada de sua filha Sônia Oliveira. Com o seu jeitinho muito carinhoso de vovó, eu sempre procurava por ela, (ainda mais nessa minha carência de não ter conhecido melhor minhas avós), e ela sempre dava aquele abraço do tipo mãe elevado ao cubo, com a sua ternura e sempre fazia a oração da nossa Senhora Aparecida em nossos ouvidos, nos transmitindo uma energia imensurável.


      Sempre me questionava que ela estava presente na maioria dos eventos, e fui questioná-la, e ela me responde: "Minha neta, temos que prestigiar, é a nossa família, é o nosso povo".
      É óbvio que onde ela estava, as pessoas sempre pediam ela pra cantar, é isso mesmo gente, ela no auge dos seus 95 anos cantava a música "Pelo Telefone" o primeiro samba gravado, com toda a legitimidade por que ela foi casada com o compositor da música, o nosso inesquecível Donga.


“O chefe da polícia pelo telefone mandou me avisar
Que na Carioca tem uma roleta para se jogar
Ai, ai, ai,
Deixa as mágoas para trás ó rapaz”


     No dia da comemoração dos seus 100 anos de vida,  tive o prazer de estar presente, juntamente com Nina Silva. Quando fomos para a festa, não tínhamos ideia da dimensão do que seria aquele momento. Cada vez chegava mais celebridades, além de nós, é óbvio (risos), Desde Governador do Estado, Prefeito da Cidade a familiares e amigos(as), 
         A chegada de Vó Maria foi triunfal, digna de uma Rainha ao som do Jongo da Serrinha (que tem a Tia Maria do Jongo) e o grupo de Afoxé Raízes Africanas. Quando pensamos que tinham acabado as emoções, “surge” um show do Jorge Aragão por duas horas especialmente para ela. E ela com o seu gás invejável foi para o palco cantar "Ave Maria". Emocionante e inesquecível!



Um breve histórico da vida dela: 
      Maria das Dores Santos, a nossa Vó Maria, nasceu em Mendes, interior do Rio de Janeiro, em 05 de maio de 1911. Na década de 30, casa-se pela primeira vez com Maciel Francisco dos Santos ficando viúva, antes de sua única filha, Nilza, completar 3 anos. Casa-se pela segunda vez com o jornalista João Conceição e sua casa transforma-se num dos palanques do Movimento Negro, tendo passado por lá o Senador Abdias do Nascimento, o Sociólogo Guerreiro Ramos, o pesquisador Haroldo Costa, a Advogada Sebastiana Arruda, dentre outros. Nesta ocasião Nilza, filha de Vó Maria, conhece Lygia Santos, filha de Donga que através de sua amizade, unem as famílias. 
      Na década de 60 Vó Maria, já desquitada, e Donga, compositor de "Pelo Telefone" (1º samba gravado), reencontram-se e casam-se, unindo, definitivamente, as duas famílias. A sua casa, ao longo dos 15 anos em que conviveu com Donga, registrou encontros de rara beleza da música popular brasileira - sambas, choros - tendo por lá passado Pixinguinha, João da Baiana, Martinho da Vila, Clara Nunes, João Nogueira, Xangô da Mangueira, Aniceto, Jorginho Peçanha, Walter Rosa, e muitos outros que resistiam e continuam resistindo para preservar a nossa cultura.Aos 89 anos participa da roda de samba Segunda dá Samba, organizada por Zilmar Basílio na primeira vez que Vó Maria canta para um público de mais de 100 pessoas. Foi aplaudidíssima. Aos 90 anos torna-se presença constante nas Rodas de Samba do MIS onde sempre foi convidada pela Presidente Marília Barboza a dar uma canja . Em janeiro e fevereiro de 2003, Vó Maria grava o seu primeiro CD financiado pelo Fundo Nacional de Cultura , na gestão do Ministro Francisco Weffor. O CD foi editado pelo Instituto Cravo Albin, tendo como produtora artística Marília Barboza e direção musical de João de Aquino.
     Enquanto Vó Maria aguardava o lançamento do seu primeiro CD, o que aconteceu no dia 22 de setembro de 2003, na Sala Cecília Meireles, ela com muito bom humor e alegria contava estórias e cantava para os seus muitos netos e bisnetos. Saiba mais: http://www.vomaria.kit.net/bio.html.
     Dedico o Dia Internacional da Mulher para ela, que me faz me sentir forte, em todos os momentos que penso em desistir, que me faz acreditar que a vida é para ser vivida, independente da idade. Esse ano ela completará 102 anos no dia 05 de maio. Parabéns Vovó Maria e obrigada por nos proporcionar alegria sempre. Só podemos saber para onde vamos, se soubermos de onde viemos. Uma dica: Que tal dar um abraço na sua mãe, avó, tia e amiga por esse dia? 

Foto: Divulgação / Google/ Nina silva 
Mais fotos: Facebook



                                                       

This entry was posted on 14/03/13 and is filed under ,,,,,,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

8 Responses to “MULHERES QUE INSPIRAM - VOVÓ MARIA”

Obrigada por comentar!