INSPIRAÇÃO - DEIXA EU TE CONTAR...



    Boa parte da minha vida passei lutando contra o meu afro. Fazia todo o tipo de tratamento que me disessem que ia reduzir o volume do meu cabelo. Fiz relaxamento, amaciamento e pente quente. Eu era viciada em chapinha, um fio subia e eu já pegava a "melhor amiga" do meu cabelo e passava, pra colocar o teimoso fio no seu devido lugar. 

    Um belo dia após lavá-lo, me olhei no espelho e vi que eu tinha dois tipos de cabelo: nas pontas havia um liso bem artificial, espigado, caindo abaixo dos meus ombros, sem forma, quebradiço, com pontas duplas, morto (horreeeendo!). Mas na raíz, ainda bem tímida haviam cachinhos com um brilho que parecia gritar: "hey, aqui tem VIDA!" Sabe o que eu fiz? Peguei a tesoura sem pestanejar e... cortei aquelas pontas "lisas" até os ombros, pois eu não seria tão corajosa a ponto de cortar meu "belo" cabelo que demorou tanto pra crescer. Mas à medida que a raiz crescia eu ia cortando aquelas pontas feias, até que ele ficou assim:

   Não foi fácil, tive várias recaídas e muitas vezes voltava a fazer chapinha, pois o cabelo estava detonado não ficava bom de jeito algum. E as opiniões alheias e maldosas também contribuiam muito  pra que eu me sentisse cada vez pior e regredisse novamente. Mas em meados de 2008 descobri através do Orkut a comunidade Meninas Black Power e foi ali que a grande mudança começou. Conheci garotas com as mesmas dúvidas, outras que haviam passado pela transição, dispostas a ajudar e a dar dicas. Aprendi muito, desde o que usar até a aceitar o meu cabelo, assim como ele era.A genética me fez assim e lutar contra ela não iria me levar a nada. O que faço hoje em dia é recorrer a bons produtos, que no meu caso, não são os mais caros, os que funcionam melhor são os mais "furrécas" mesmo! Nada de Kérastase... o bom e velho "Seda Cachos Comportados" ou o "Elséve Colágeno" resolvem bem o meu problema! 

  O fato é que hoje sou crespa, tenho uma cabeleira de dar orgulho e que me rendem muitos elogios. Claro que algumas pessoas ainda me olham torto, fazem piadinhas, sim! É como se eu não tivesse licença pra andar entre eles, assim, tão à vontade. Mas quem disse que eu me importo? Em resposta faço cara de *DIVA* e ajeito o cabelo cada vez mais para o alto.

   O que você quer dizer com esse blábáblá todo, Loana? Que eu aprendi que podemos ser lindas a partir do momento em que ficamos livres de conselhos, imagens e padrões de belas atrizes que a mídia nos enfia goela a baixo; seja  com o cabelo cacheado, carapinha, ondulado, tingido, grisalho, ou do jeitinho que Deus nos deu.


This entry was posted on 03/09/12 and is filed under ,,,,,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

4 Responses to “INSPIRAÇÃO - DEIXA EU TE CONTAR... ”

  1. Parabéns pela sua força de vontade e o seu cabelo, ele é lindo!! *-*
    Agora eu estou muuuuito mais motivada a continuar que o meu cabelo natural apareça. Como vc já tive algumas recaídas, eu passo relaxamento mas eu me sinto muito presa aos produtos. Fiquei muito encantada com a sua história.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Realmente muito inspirador, continuem assim com historias lindas como essa.

    Parabéns A-M-E-I a página (:

    ResponderExcluir
  3. QUE INSPIRAÇÃO! Se arrependimento matasse eu estaria morta. Meu cabelo agora é liso até molhado. Ele tá bonito e saudável pq eu cuido MUITO dele mas eu sinto muita falta dos meus cachos (depois de quatro anos de progressiva). Não tenho ideia de como voltar aos cachos :(

    ResponderExcluir
  4. Hey, Paradise! Antes de tudo: agradecemos pela visita e comentário. Bem, química só sai com corte. Se você quiser realmente voltar ao natural, precisa cortar o alisado. Existem formas mais brandas de passar por isso, mas todas precisam de corte. Estamos aqui pra o que precisar. Beijos.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar!